Veja como encontrar a plataforma de e-commerce ideal para sua empresa!

por Junior Brandão

Quando você decide iniciar sua estratégia digital, pode esbarrar em alguns entraves, um deles é a escolha da plataforma de e-commerce para a loja virtual. Trata-se de uma dúvida comum, principalmente para novos empreendedores, uma vez que há várias opções no mercado.

Uma boa escolha é um ponto crucial para o sucesso do negócio virtual. Os gestores precisam considerar uma série de fatores, avaliar suas necessidades, projetar seu futuro e, acima de tudo, se planejar para obter os recursos adequados para seu crescimento. Continue lendo, conheça os desafios e como escolher sua plataforma.

Quais desafios que uma plataforma de e-commerce pode sanar?

Quem atua no segmento de vendas (no mercado virtual ou não) sabe que nem sempre é fácil vender algo. O processo de venda não se resume a expor um produto e esperar interessados por ele. Há vários fatores importantes que precisam ser levados em conta, como formas de pagamento, anúncios, etc.

Por isso, a opção de plataforma escolhida deve sanar os principais desafios dos empreendedores que atuam no mercado digital. Entre elas, podemos citar:

Integração da plataforma

Algumas plataformas são limitadas quanto à integração a outras ferramentas. O que pode ser um problema, uma vez que há uma série de recursos capazes de potencializar as vendas e que são indispensáveis, principalmente se a opção não oferecer essas ferramentas.

Entre as integrações necessárias, estão:

  • sistema dos Correios e demais empresas de logística;
  • marketplaces;
  • meios de pagamento;
  • ERP de gestão;
  • Marketing e Comunicação (sistema de envio de e-mail, redes sociais etc.);
  • sistemas de automatização, entre outros.

Otimização Mobile

Com milhões de pessoas acessando a internet por smartphones e tablets, não faz sentido ter um negócio online que não atenda esse público. Isso quer dizer que a plataforma deve ser responsiva, apresentando design que se adequa a qualquer tamanho de tela, com carregamento rápido e suas funcionalidades perfeitas, independente do dispositivo que o cliente esteja acessando.

Personalização

A parte estética da loja virtual também é muito importante, daí a necessidade de investir em uma plataforma de e-commerce que oferece a opção de personalização. Templates pré-definidos nem sempre passam credibilidade e essa limitação pode reduzir as chances de conversão.

Além disso, o e-commerce tem que carregar a personalidade do negócio, por isso nem sempre pode limitar-se a um layout padrão.

Segurança

Um dos maiores desafios do comércio virtual é a segurança das transações. O ambiente seguro é capaz de trazer mais confiança ao mercado, aumentar as taxas de conversão e melhorar a reputação do negócio. Isso quer dizer que a loja virtual deve oferecer sempre soluções eficazes para proteger os dados dos seus usuários.

Como escolher a plataforma de e-commerce?

Além de ajudar a contornar os desafios descritos acima, a plataforma ideal precisa atender às necessidades da empresa, assim ela consegue oferecer ao cliente todo o suporte para que ele consiga encontrar o que deseja e finalizar a compra em um processo simples e intuitivo. Entre os fatores a se considerar, temos:

Mensalidade

Basicamente, existem três tipos de plataforma e seus custos se diferem. Veja a seguir:

Open Source

São baseadas em sistemas de código aberto em que layout e funcionalidades podem ser alteradas conforme as necessidades do negócio. Nesse modelo não há cobrança de mensalidade, licenças ou outras taxas, contudo, ele exige uma programação, que pode ser conduzida pelo gestor, por profissional ou agência especializada.

Os custos para o desenvolvimento de uma loja virtual média variam entre R$ 2.000 a R$ 30.000, dependendo das funcionalidades e seu porte.

Plataforma SaaS

Utiliza-se da computação em nuvem para fornecer toda a infraestrutura. Algumas opções têm templates, em que os gestores podem fazer as mudanças necessárias. É necessário o pagamento de mensalidade.

Licenciada

É a plataforma em que o lojista adquire a licença que permite utilizar do código-fonte para desenvolver sua loja virtual. Também é preciso uma equipe interna para a construção e manutenção da loja para garantir seu perfeito funcionamento.

Vale lembrar ainda que algumas plataformas cobram taxas por transação realizada, um fator a mais para se preocupar na hora de contratar esse serviço.

Funcionalidades

Independentemente do tipo, é fundamental avaliar as funcionalidades oferecidas e se elas se adequam às suas necessidades. Pode ser que uma opção ofereça mais recursos, mas muitos deles não serão utilizados no curto ou médio prazo, o que a torna inviável, afinal você vai pagar por algo que não vai usufruir.

Entre as funcionalidades importantes estão:

  • controle dos processos;
  • suporte às técnicas de SEO (Search Engine Optimization), como URLS amigáveis, meta tags, arquivo robots.txt customizáveis e XML;
  • ferramentas para auxiliar no marketing, como criação de descontos e integração com as mídias sociais;
  • checkout transparente;
  • ferramentas para auxiliar as conversões como sistema automático de recomendação, comparação e recomendação de produtos, listas de desejo etc.
  • painel de controle para avaliar a situação dos pedidos e geração de relatórios para aperfeiçoar a estratégia.

Basicamente, é importante verificar se essas funcionalidades atendem ao público e se é possível fazer atualizações.

Integrações

Foi mencionado no início do post e vamos ressaltar novamente, uma vez que as integrações proporcionam um diferencial de mercado à loja virtual e facilitam conversões. As mais importantes são as integrações com os meios de pagamento, ERP, marketplace, entre outras.

Estabilidade

De pouco adianta uma plataforma instável, que fica fora do ar, apresenta carregamento lento ou que não suporta o aumento do tráfego. Ocorre que em algumas situações como Natal e Black Friday, o volume de acessos cresce consideravelmente e se você deixar o cliente na mão, ele vai questionar sua credibilidade e procurar o produto que deseja em outro lugar. Por isso avalie a fluidez da plataforma e seus recursos de estabilidade.

Suporte técnico

Avalie o suporte técnico, quais as opções de contato e como a plataforma pode ajudá-lo em caso de problemas que possam vir a surgir. O tempo de resposta é o ponto-chave aqui, visto que de pouco importa se a plataforma oferece diversos canais de atendimento se eles não estão disponíveis quando você precisa.

Uma boa plataforma pode proporcionar à empresa uma série de benefícios. Escalabilidade, segurança, oportunidade de vendas são os principais delas. A escolha vai influenciar diretamente sobre o tráfego do seu site, ou seja, um site bem desenvolvido aumenta o número de visitas na loja e isso impacta positivamente em seu faturamento.

Dessa forma, a plataforma de e-commerce vai oferecer ferramentas e oportunidades para valorizar o seu negócio, promover a marca e criar uma relação sólida com seus consumidores. Por isso, uma boa escolha é fundamental para o bom andamento das operações.

Gostou do conteúdo? Aproveite para assinar a nossa newsletter e receba informações relevantes sobre o mercado digital e suas oportunidades.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.