Remarketing e retargeting: saiba vender para quem já visitou sua loja

por Isabela Saney

Alcançar um significativo número de vendas é uma excelente forma de impulsionar o crescimento de sua loja virtual. Mas quem é lojista nesse setor sabe que inúmeros problemas ou dúvidas podem impactar o cliente e, por fim, fazer com que ele não conclua a compra. Esse cenário, tão comum no mercado de e-commerce, influencia diretamente na rentabilidade do negócio.

Por isso, estratégias como remarketing e retargeting são usadas com o objetivo de atrair novamente o consumidor até a loja. Basicamente, no remarketing a empresa adota estratégias voltadas para o reconhecimento da marca e a atração do cliente. Já o retargeting é um método usado para reduzir o abandono do carrinho de compras.

Se você ficou interessado pelo assunto e quer saber como melhorar sua performance por meio dessas ferramentas, continue a leitura!

Como funcionam o remarketing e o retargeting?

Inicialmente, é importante entender que as duas estratégias são executadas com a ajuda de cookies. Trata-se de arquivos da internet que são capazes de armazenar dados relevantes sobre os usuários que acessaram os produtos dentro do site.

Por meio deles, você consegue ter acesso a vários dados que contribuem para uma estratégia de remarketing ou retargeting. Essas informações podem ser bastante eficientes porque ajudam a direcionar as abordagens para as necessidades do público.

Após a coleta, é possível observar por quais itens o usuário demonstrou interesse, por exemplo. A partir disso, você pode optar pelo uso do remarketing, que consiste em promover anúncios segmentados para aumentar o potencial de sua estratégia.

Então, a tática funciona atraindo novamente os usuários até a loja virtual. Suas ações envolvem gerar um maior reconhecimento da marca e apresentar os benefícios que determinada compra oferece para o potencial cliente.

Por outro lado, o retargeting é mais focado no carrinho de compras. Ou seja: atua quando o usuário adiciona um produto, mas desiste de continuar com o procedimento até a finalização da venda. No comércio digital, é comum que isso aconteça por diversos motivos, como frete alto ou, até mesmo, pela incerteza do comprador.

Portanto, ambos são métodos que colaboram para a jornada de compra do consumidor, alimentando a intenção de compra mesmo depois que o usuário sai do site ou abandona o carrinho.

Quando é recomendado usá-los?

As duas estratégias são importantes para alcançar um maior número de vendas e visitas em seu site. Como explicado, elas ajudam a alavancar as chances de negócio da loja virtual por meio de campanhas segmentadas, que atinjam o público que já acessou algum produto ou, por algum motivo, não finalizou a compra.

O remarketing, por exemplo, pode ser utilizado para aumentar o reconhecimento da loja e gerar um número mais expressivo de conversões.

Já o retargeting é adotado, em grande parte das vezes, para que o cliente permaneça por mais tempo no site. O recurso também serve para lembrá-lo de algum produto pelo qual demonstrou interesse, mas não chegou a concluir a compra.

Vale a pena investir nessas estratégias, afinal?

Usar o remarketing e o retargeting é vantajoso para aqueles que desejam potencializar as vendas da loja virtual. Essas táticas são aplicadas por diversas marcas renomadas no mercado e têm um impacto positivo para os lucros do comércio eletrônico.

Sabemos que, com a grande variedade de produtos disponível aos consumidores, fica cada vez mais difícil chamar a atenção deles. Hoje, o comprador está informado sobre as melhores condições e ofertas, selecionando de maneira cuidadosa o que adquirir, seja em lojas físicas ou online. Portanto, é preciso investir em diferenciais que ajudem na fidelização e no aumento de visitas ao seu site.

Muitas vezes, fazer isso exige um método mais específico, que envolva campanhas segmentadas e capazes de atingir os consumidores certos, no momento ideal. Então, mesmo que o usuário não compre o produto em um primeiro momento, é necessário promover maneiras de estimulá-lo até o fechamento do pedido.

Como garantir bons resultados?

Não há nada mais frustrante do que usar métodos para atrair clientes até sua loja e não obter o resultado que esperava. Por isso, algumas práticas certeiras são capazes de aumentar a eficiência de suas técnicas ao usar o remarketing e o retargeting. Confira algumas delas a seguir.

Conheça a persona

O conceito de persona está associado ao cliente ideal para a loja, com características e hábitos de consumo que são compatíveis àquilo que é ofertado em seu negócio. Logo, para aplicar a estratégia de remarketing e retargeting, é fundamental entender o que a persona pensa sobre o seu site.

Em ambas, é indispensável conhecer o potencial comprador. Para fazer isso com maestria, reúna o máximo de informações sobre os consumidores, com base em fontes seguras, coletando dados e ferramentas de automação que colaborem nesse sentido.

Quando você tem em mãos quais são os interesses, o comportamento e as principais necessidades do público, fica mais fácil criar ações personalizadas. Dessa forma, os anúncios não serão genéricos — pelo contrário: você atingirá a pessoa certa e no momento ideal.

Conte com uma empresa especializada

Outro ponto que é essencial dentro da sua estratégia é contar com a expertise de uma empresa especializada, que possa ajudá-lo a desenvolver campanhas mais eficazes para o negócio. Procure a contribuição profissional de pessoas que o auxiliem nesse sentido, optando pela melhor maneira de atrair novamente usuários que já visitaram sua loja virtual.

Após ter conhecimento sobre seus objetivos e entender quais são os principais desafios, esses especialistas apresentam métodos que ofereçam retorno positivo ao serem aplicados.

Faça testes A/B

Também é recomendado investir em testes A/B, para compreender de forma específica o que gera mais conversões no site e aquilo que pode ser ajustado para melhorar a experiência dos clientes.

Ao testar qual variável se encaixa melhor para determinado tipo de público, é possível garantir mais eficácia na hora de implementar mudanças maiores nas funcionalidades e no visual da loja. Dessa forma, taxas como o abandono de carrinho diminuirão.

Lembre-se de que é fundamental que o potencial cliente tenha contato com essas alterações, já que ele é o principal envolvido na estratégia. Portanto, ao realizar testes A/B faça um direcionamento para aqueles usuários que têm um perfil compatível com a sua loja virtual e com maior chances de compra.

Como vimos, o remarketing e o retargeting podem ser usados para potencializar as vendas e fechar negócio com aqueles usuários que já visitaram a loja, mas não concluíram o pedido. Nesse sentido, é importante entender o momento ideal para usar cada uma das estratégias, aplicando-as da melhor forma possível.

Além disso, para colocar as ações mais eficientes em prática, que tenham resultados significativos, contar com profissionais especializados no assunto é fundamental. Afinal, as campanhas e os anúncios precisam ser direcionados para o público — que deve ser alcançado se o objetivo é gerar mais conversões.

Gostou de saber mais sobre o remarketing e o retargeting? Então, entre em contato conosco e veja como nossa equipe de profissionais pode ajudar você a criar estratégias que aumentem os lucros e o reconhecimento da sua loja virtual no mercado!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.