Você pode vender muito usando o Google, sabia?

por Thainá Gastaldi

É raro encontrarmos casos de pessoas que não têm acesso a internet, já que com a inclusão digital, hoje, no Brasil, a maioria tem acesso através de dispositivos como desktop, notebook ou smartphones. Por conta disso, é difícil encontrar alguém que não conheça o Google e que não o utilize para buscar informações sobre algum assunto (ou produto) e é assim que o Google impacta diretamente na decisão de compra.

Isso tudo acontece, pois estamos mergulhados em muitas informações sobre tantas marcas, empresas e produtos que o processo de decisão de compra torna-se ainda mais rigoroso.

E é justamente por isso que o Google deixou de ser apenas um mecanismo de busca e tornou-se uma ferramenta indispensável para vendas online.

Isso mesmo! Os benefícios são vários: sua marca mais reconhecida, seus produtos podem ser vendidos para qualquer lugar do Brasil, as pessoas podem comprar seus preços com outras empresas, você pode levar mais tráfego para sua loja, entre outros.

Então se você busca aumentar suas vendas e tornar sua marca mais reconhecida no mercado, vem com a gente entender mais sobre o google e como ele é essencial para seu negócio.

Para começar é preciso entender como ele funciona, vamos lá?

Descubra como o Google funciona para buscas orgânicas

Você sabia que existe um conjunto de ações que auxiliam no posicionamento orgânico do Google, conhecido como SEO (Search Engine Optimization), essa estratégia é montada usando a produção de conteúdo de qualidade e com relevância para o público que a procura, além de estratégias no desenvolvimento do código e das descrições de categorias, subcategorias, entre outras.

Parece complicado, não é? Mas é mais simples do que parece. Trazendo para um lado prático, pense que ele é como um serviço/aplicativo de carona, é necessário que você ative o GPS para que seu motorista te encontre, no caso do SEO, é preciso melhorias para que sua página seja encontrada com facilidade pelo cliente.

Há duas maneiras de ganhar posicionamento no Google e deixar seus anúncios mais evidentes para seu público-alvo: através da busca orgânica e da paga.

E para chegar ao topo de busca de forma orgânica? É preciso investir em um bom SEO, isso exige tempo e dedicação, mas os resultados são garantidos.

O que torna uma busca orgânica relevante?

Produzir conteúdos de muita qualidade, e originais, nada de ctrl c + ctrl v, viu? Textos copiados e colados podem te prejudicar muito, mesmo que seja um conteúdo do seu próprio site, o google prioriza exibir conteúdos originais e únicos, quanto mais único o conteúdo, maior a relevância, além disso, é importante saber que um texto com 500 palavras, o algoritmo lê que é relevante, já um com mais de 1000 palavras, demonstra ter informações MUITO relevantes para o Google, passando assim, na frente de artigos menores.

Já a busca paga são os famosos “links patrocinados”, são anúncios [pagos] que seguem a regra de custo por clique (CPC) ou aquisição (CPA). Esse tipo de estratégia compõe o que chamamos de Google Ads.

Como funciona uma campanha Ads?

Nós montamos uma campanha,  -após muita pesquisa- definimos as metas e trabalhamos com as melhores palavras-chave, portanto toda vez que essas palavras forem procuradas, um anúncio pago aparece na primeira página do Google e é isso que gera o custo por clique.

E como funciona o CPC?

O anunciante escolhe as palavras-chave para patrocinar, ou seja,  quando elas forem pesquisadas, o link do anunciante irá aparecer em destaque na página do google e o pagamento é feito de acordo com o número de cliques que  o anúncio receber.

Quanto é o valor do clique?

Varia conforme a concorrência por aquela palavra-chave. Por exemplo, uma empresa A quer a palavra “celular”, a empresa B e C também.

A empresa A compra a palavra por R$ 3,50, a empresa B, se quiser comprar a palavra e aparecer a frente, terá que pagar, no mínimo R$ 3,51, assim como a empresa C, se quiser aparecer na frente dos dois terá que pagar R$ 3,52 e assim sucessivamente, como um “leilão de palavras”. 

É por isso que quanto mais fechada a busca se torna, mais barata a palavra. 

A cobrança aqui só é feita quando o anúncio é realmente clicado, toda vez que essas palavras forem procuradas, um anúncio pago aparece na primeira página do google e é isso que gera o custo por clique.

Além do CPC também temos o custo por mil impressões, chega mais que vamos te explicar como funciona!

O que é CPM?

CPM significa custo por mil impressões, é quando o anúncio é apenas impresso na tela,  o anunciante (você mesmo), define um valor a ser pago por 1000 anúncios exibidos, além de selecionar onde quer veicular seus anúncios.

E por último temos o custo por aquisição!

Como funciona o CPA?

Nessa forma de pagamento, a cobrança é feita apenas quando uma conversão é realizada, ou seja, você paga apenas quando o resultado é obtido.

Agora, vamos lá, quais as campanhas do google Ads que podem ser utilizadas para alavancar suas vendas:

Google shopping: é aqui que o google exibe produtos relevantes de acordo com a pesquisa do usuário, junto com outras lojas que também oferecem aquele produto pesquisado.

Nesta parte aparecem imagens do produtos e reviews dos usuários, como um “shopping” mas integrado aos resultados de busca..

Nessa integração aparecem informações relevantes como: nome do produto, preço e nome da loja, além da possibilidade de clicar e deslizar para o lado, devido ao formato em carrossel, tornando mais fácil a comparação de preços e marcas. Ao clicar, a pessoa é redirecionada para a página do anunciante.

Google Showcase: Esse tipo de anúncio ainda é novo no Brasil, mas tem sido muito utilizado no exterior e os resultados são um verdadeiro sucesso, conquistando 80% do tráfego dos sites, é uma forma mais inovadora de anunciar.

 É esse tipo de anúncio que faz com que as pessoas descubram e explorem os produtos de forma prática e ágil, permite que um grupo de produtos relacionados seja mostrado juntos e utiliza o CPI (Custo Por Interação), sendo assim, quanto mais tempo o usuário passa explorando, maior o retorno. Mas, como ele funciona? Simples! 

Usamos coleções de imagens, descrições e promoções relevantes para destacar a marca nos resultados da Busca e no Google Shopping. Isso significa que, quando o usuário buscar algum produto, o Google exibe uma vitrine com diferentes anúncios e anunciantes, que quando clicado se expande, exibindo mais informações e prévias dos produtos. Perfeito para aquele usuário que ainda está indeciso e precisa fazer comparações, conferir informações de forma rápida.

Rede de display: Essa rede conta com mais de 2 milhões de sites, com os quais o Google possui parceria com o Adsense.

Esses sites permitem que você exiba seus anúncios dentro de blocos específicos. A grande vantagem dessa ferramenta é a possibilidade de espalhar seu conteúdo por toda a internet, porém, nem sempre as pessoas estão interessadas naquilo que está sendo ofertado, para isso é necessário uma campanha de remarketing, assim, você consegue impactar aquelas pessoas que já tiveram interesse em algum anúncio seu.

Rede de pesquisa: É aqui que você tem a oportunidade de aparecer junto aos resultados tradicionais de busca, a grande vantagem aqui é que quando um usuário faz uma busca, ele possui uma necessidade, um objetivo que precisa ser conquistado e esses anúncios, exibem exatamente o que a pessoa está procurando, aumentando muito o índice de conversão.

Anúncio em vídeo: É uma forma diferente de impactar o usuário, envolvendo-o de diversas formas através do youtube e em sites parceiros de vídeo. As opções de formatos são: anúncios in-stream puláveis e não puláveis, video discovery, out-stream e bumper. E como funciona? Por CPV (Custo Por Visualização) você paga quando um espectador interage ou assiste a 30 segundos do seu vídeo, ou é claro, o vídeo completo. A grande vantagem aqui é a forma como você pode envolver o cliente, prendendo sua atenção.

Campanhas em apps: Diferente das outras campanhas, nesta, não é possível criar anúncios individuais, aqui, o Google usa suas ideias de texto do anúncio e recursos dos Detalhes do app para criar uma série de anúncios em vários formatos e redes.O que você precisa fazer? Disponibilizar o texto, um orçamento inicial, idioma e locais onde quer anunciar, então o sistema trabalha e testa as melhores combinações para exibir o anúncio.

E como montar anúncios que vendem?

Para ter sucesso com seus anúncios, você precisa mostrar de alguma forma para quem está pesquisando que aquilo foi “feito para ele”, por isso há algumas recomendações, bem simples, vem conferir.

Colocar no título exatamente a mesma palavra-chave de busca  é tiro certeiro, isso gera ótimos resultados, desta forma, os termos buscados pelo usuário e presente no anúncio se destacam e ficam em negrito. Outra forma é citar alguns qualificadores no anúncio. 

Agora se você quer garantir resultados nas campanhas entre em contato com a gente e venha saber mais sobre como vender muito no Google e ter sucesso com o seu negócio na plataforma Jet!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.