O que é a terceirização?

por Thainá Gastaldi

Tudo que você precisa saber

Quem é empresário ou gestor sabe muito bem a importância do foco para gerar uma boa produtividade, principalmente diante de um mercado de trabalho tão vasto e exigente, em que a todo momento surgem novidades e a concorrência continua crescendo a todo vapor, por isso, é essencial otimizar os processos e diminuir as despesas.

Você com certeza já ouvir falar sobre terceirização, é um assunto polêmico que divide opiniões, mas que pode ser a alternativa perfeita para sua empresa conquistar mais agilidade, qualidade e especialização em seu negócio! Caso ainda não entenda o que é, como funciona e quais suas vantagens, a gente te explica! Vamos lá?

O que é a terceirização?

É quando uma empresa contrata outra empresa para realizar uma tarefa, por exemplo: uma multinacional contrata uma empresa para executar serviços de limpeza ou segurança, em vez de ter funcionários próprios para isso.

Quando se terceiriza, portanto, é estabelecido o que chamamos de relação B2B (business to business). São duas empresas fechando um contrato entre si, de maneira prática e formal, ah, e ambas saem ganhando com essa parceria!

Agora vamos falar sobre as vantagens dessa alternativa que é cada dia mais conhecida e a escolha de tantos gestores e corporações.

Mais foco

Começando pelo óbvio, terceirizando, a vantagem mais evidente é a possibilidade de focar 100% na sua especialização. Assim, torna-se mais fácil direcionar os esforços, conhecimento e (muito mais) energia para a gestão, atingindo seus objetivos e garantindo os melhores resultados.

Você economiza

A redução de custos acontece, pois, as ações se tornam mais flexíveis. De acordo com a lei: “ diz a súmula do TST: a empresa que contrata os serviços terceirizados tem “responsabilidade subsidiária” em relação às obrigações trabalhistas da prestadora de serviços”.  Ou seja, primeiramente a responsabilidade dos direitos trabalhistas é da empresa contratada, e depois de quem a contratou (sua empresa por exemplo).

Portanto, é importante reforçar que toda a terceirização deve ser supervisionada e monitorada, para que não haja prejuízos.  

Mais produtividade

Com mais foco a consequência é: mais produtividade!

Como algumas atividades passam a serem feitas pela empresa prestadora de serviços, os gestores e profissionais podem otimizar seu tempo  e dos funcionários para focar totalmente em suas tarefas, aumentando assim a produtividade, afinal, toda a organização está concentrada em uma única tarefa.

Construção de boas parcerias

Outro ponto positivo é a possibilidade de construir parcerias com a empresa contratada e não apenas contratar serviços. Relações em que ambos os lados ganham é sempre agregador e importante para a produtividade das empresas.

Expansão de forma estruturada

Todos os pontos positivos anteriores citados, criam uma probabilidade muito favorável de expansão dos negócios. Com uma gestão totalmente focada, redução de custos e uma boa parceria, é mais fácil planejar e executar ações que auxiliam no crescimento do seu negócio, garantindo o sucesso e retorno financeiro.

Conte com especialistas em cada etapa

Uma vantagem muito importante para quem está pensando em terceirizar algum serviço, é contar com especialistas em todo processo da operação, equipes especializadas e experientes, com técnicos específicos, são capazes de realizar as atividades previstas com mais qualidade e excelência.

Como tudo tem dois lados, não poderíamos deixar de citar as desvantagens também, pequenas coisas que você deve se atentar, confira:

Qualidade do serviço contratado

É comum que apesar da sua empresa se tornar mais produtiva e focada, o serviço terceirizado deixe a desejar, e é por isso que é muito importante conhecer o trabalho da empresa que será contratada, buscar avaliações de quem já teve contato com a prestadora de serviços, evitando assim, surpresas desagradáveis.

Mudanças abruptas

Se a terceirização não for feita com um planejamento extremamente detalhado, pode acabar gerando problemas internos na empresa, tanto a relações a custos quanto a mudanças na estrutura de poder podem colocar interesses em conflito, por isso fique atento e se planeje muito bem.

Falta de contato com o empregado

Perder o vínculo com o trabalhador pode ser desvantajoso, se por uma perspectiva é mais prático na hora de contratar, por outra, os empregados terceirizados que não possuem contato direto com sua empresa podem se sentir desmotivados, afinal, não há uma ligação ou um elo que os sustente e quando não há algo que os conecte ao ambiente de trabalho, o rendimento pode decair.

E como tudo isso funciona dentro da lei?

Agora que você já sabe as vantagens e desvantagens, vamos falar sobre como fica a terceirização dentro da lei!

 É muito importante conhecer os detalhes da legislação que rege a terceirização trabalhista no Brasil.

Para começar: existe dois tipos de atividades, as atividades-meio e as atividades-fim, entenda a diferença:

Atividades-fim: são aquelas ligadas diretamente ao seu negócio, por exemplo, em uma pizzaria, quem faz as pizzas, participa da atividade-fim.

Atividades-meio: são aquelas um pouco menos claras, seguindo o mesmo exemplo da pizzaria, quem faz a limpeza do local é responsável pelas atividades-meio.

Atualmente, o Tribunal Superior do Trabalho diz que podemos terceirizar as atividades-meio, porém não as atividades-fim.

E quem fica responsável pelos direitos trabalhistas?

A sua empresa teria “responsabilidade subsidiaria” em relação as obrigações trabalhistas, ou seja, quem é responsável pelas férias, 13º e etc é a empresa contratada, em seguida a sua. Caso algum funcionário entre com alguma ação e ganhe, primeiramente a justiça irá usar os bens da empresa terceirizada, se não for suficiente, os bens da sua empresa também.

Por isso é tão importante se atentar e pesquisar bem antes de contratar uma empresa terceirizada.

Agora vamos falar sobre os principais serviços de terceirização:

Limpeza: há empresas especializadas na limpeza de escritórios, lojas e fábricas

Entregas: em vez de se preocupar com motoboys, motoristas e caminhões, há a possibilidade de deixar tudo isso sob responsabilidade de uma empresa especializada

Segurança: companhias de segurança submetem seus funcionários a rigorosas rotinas de treinamentos. Gerir isso por conta própria demandaria muito tempo (e dinheiro).

Recursos humanos: processos de recrutamento, seleção, retenção e desenvolvimento de pessoas podem ficar a cargo de outras empresas, embora seja importante ter uma forte política interna sobre o tema.

Enfim, agora você sabe tudo que precisa antes de contratar uma empresa e terceirizar seu trabalho!

Lembre-se de ter atenção, fiscalizar o andamento dos trabalhos e nos conte sua experiência.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.